Script data e hora digitais

Maceió é referência nos trabalhos de mapeamento de políticas públicas

O trabalho complexo e intenso para assegurar a redução dos índices de desigualdades sociais no que se refere aos direitos das crianças e adolescentes da capital alagoana é uma das prioridades da Prefeitura de Maceió, que assinou, em novembro do ano passado, o termo de adesão à Plataforma dos Centros Urbanos (PCU) do Fundo das Nações Unidas para a Infância, o Unicef. Nesta quinta-feira (13), representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e de outras secretarias do município, se reuniram para a quarta reunião da PCU.

O encontro serviu para que as Secretarias Assistência Social, Saúde (SMS) e Educação (Semed), apresentassem os números correspondentes às taxas de mortalidade e natalidade infantil, dados da educação básica na capital e de programas socioassistenciais, que são alguns dos indicadores que devem ser trabalhados na luta a favor da redução das desigualdades até 2016 – como prevê a Plataforma.

Questionada sobre como a cidade vem correspondendo aos parágrafos da PCU, Luíza de Sá Leitão, consultora local da Unicef para a Plataforma, foi bastante enfática. “Maceió está sendo um espelho para as outras capitais que já assinaram o termo. O Mapeamento das Políticas Públicas está sendo muito bem executado pelo município e foi até levado para os outros, para que sirva de exemplo”, completou a consultora, explicando que, quando comparadas às outras metrópoles que também assinaram a PCU, Maceió está com trabalhos bastante adiantados.

Para a assessora de gabinete da Semas, representante da pasta na reunião, Vanessa Freitas, o momento da apresentação dos dados foi fundamental para a efetivação do plano de ação da Plataforma, que deve ser colocado em prática o mais rápido possível. “A integração das secretarias está sendo de fundamental importância. Estamos deixando claro para todos onde cada um deve trabalhar para jamais deixar de assistir às nossas crianças e jovens na luta pelos seus direitos”, falou Vanessa.

Além de Maceió – onde a plataforma contemplará o ciclo de 2013 a 2016 -, Belém, Manaus, Fortaleza, Salvador e São Luiz também aderiram a PCU. Até o fim das atividades previstas pela Unicef, vários outros encontros acontecerão entre a Semas, que é a articuladora da ação, as outras secretarias e os demais órgãos envolvidos.

 

SECOM-MACEIÓ


Ivaldo José Fragoso Ribeiro
Diretor Administrativo e Comercial
ivaldofragosomalandrinho@gmail.com

Antônio Guimarães
Jornalista Responsável

CNPJ: 03.135.085/0001-03
CCM - 900763591
(82) 99617.4108 / 99304.3673