Script data e hora digitais

Iluminação: orla de Cruz das Almas volta a ser alvo de criminosos

A iluminação pública da Orla de Cruz das Almas foi novamente alvo de criminosos. A Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima) detectou uma tentativa de furto na segunda-feira (15). Felizmente, não conseguiram levar os cabos de fios de cobre, porém danificaram o sistema que precisou passar por manutenção nesta terça-feira (16).

Somente este ano, a Prefeitura de Maceió já repôs mais de 15 mil metros de cabos de fios de cobre, por furtos em vários bairros e avenidas da capital de Alagoas. O superintendente da Sima, Frederico Lins, tem trabalhando para diminuir este número. “Desta vez não conseguiram. Temos feito boletins de ocorrência em todos os casos, já estivemos, inclusive, com o secretário de Segurança Pública. Parte do cabeamento em algumas avenidas está sendo mudado para o aéreo, não mais o subterrâneo. Mesmo assim, ainda temos que lidar com essas situações”.

Prejuízos

As despesas com os furtos já passam de R$ 250 mil em 2018, o que prejudica melhorias em outras localidades. “Esse dinheiro poderia ser investido na iluminação de um conjunto, por exemplo. Mesmo assim, passamos de 600 luminárias de LED instaladas este ano. O número de pontos de luz na cidade passa de 70 mil. Seguimos com os serviços de manutenção e nos preparamos para continuar avançando com obras em Maceió”, disse o superintendente.

O furto de cabos de fios de cobre causa não só um prejuízo financeiro, mas também social. “Claro que a Prefeitura arca com a reposição, mas a população é quem enfrenta a sensação de insegurança, medo, pela falta de iluminação”, afirma Frederico Lins.

Denúncias podem ser feitas por telefone ou aplicativo

A Sima pede à população que denuncie situações como furto de cabos e outras demandas de iluminação pública através dos três canais de atendimento da superintendência: o Disque Luz (0800 031 9055), o site da Prefeitura de Maceió (www.maceio.al.gov.br/disqueluz) ou o aplicativo Cidade Iluminada (disponível no Google Play e na Apple Store). Os moradores também devem acionar a Polícia Militar para denunciar estas ações criminosas pelo número 190.

 

ALAGOAS 24 HORAS


Ivaldo José Fragoso Ribeiro
Diretor Administrativo e Comercial
ivaldofragosomalandrinho@gmail.com

Antônio Guimarães
Jornalista Responsável

CNPJ: 03.135.085/0001-03
CCM - 900763591
(82) 99617.4108 / 99304.3673