Script data e hora digitais

Copa, Senna, UFC: As 15 maiores teorias da conspiração do esporte

No bar, entre família ou na internet, uma das grandes graças do esporte é o debate. E entre as discussões em que mais o clima esquenta é quando surgem as teorias da conspiração. Resultados surpreendentes, em qualquer esporte, acabam com torcedores buscando explicação: por que meu time perdeu? Como aquele lutador pode ter sido nocauteado? Foi uma entregada?

Sempre foi assim, das primeiras Copas ao crescimento do MMA, mais recentemente. Com estas ideias se espalhando rapidamente na web, isso só aumentou nos últimos anos. O UOL Esporte listou as principais teorias da conspiração que circulam no mundo do esporte. Em qual você acredita?

 Teorias da conspiração no esporte

  •  
    1
    Copa de 1998
    Poucas teorias da conspiração foram tão difundidas como a da Copa de 1998. Para muitos, é inconcebível que o Brasil tenha perdido no campo a final para a França. A convulsão sofrida por Ronaldo só adicionou elementos misteriosos ao caso, e muitos juram que a seleção entregou a taça para ganhar o penta quatro anos depois Foto: Arquivo Folha
  •  
    2
    Os mistérios da morte de Senna
    A morte de Senna acabou carregando um mistério, já que nunca se comprovou o que o fez bater o carro. Há teorias extremas até de suicídio. O que se tem como certo é que Senna enfrentava pressão na vida pessoal. Na época, ele namorava Adriane Galisteu. Sua família era contra e teria enviado a ele uma gravação que indicava uma traição dela. A cabeça dividida entre problemas teria feito o piloto errar Foto: Jean-Loup Gautreau/AFP
  •  
    3
    Corinthians, campeão em 2005
    O Brasileiro de 2005, vencido pelo Corinthians turbinado pela MSI, foi marcado pelo escândalo de apostas envolvendo o árbitro Edilson Pereira de Carvalho e teve uma série de jogos remarcados. Entre eles, o time alvinegro recuperou pontos fundamentais e, no duelo com o Inter, ainda teria sido favorecido por um pênalti para o rival não marcado. Até hoje os rivais não perdem a chance de provocar. Foto: Arquivo/Folhapress
  •  
    4
    Anderson Silva entregou?
    Chris Weidman tinha apenas oito lutas no cartel, mas chegou ao duelo contra Anderson Silva sendo chamado de "o cara" que bateria o Spider. A propaganda massiva e o nocaute surpreendente no brasileiro geraram muitas dúvidas nos fãs, que não aceitaram que o campeão havia simplesmente perdido. Por muitas vezes, Anderson afirmou que o que mais lhe entristeceu na derrota foi esta teoria conspiratória. Foto: David Becker/AP
  •  
    5
    Fraude nos oito ouros de Phelps
    O norte-americano Michael Phelps conquistou oito medalhas de ouro em Pequim. Uma delas, no entanto, ficou entalada na garganta de muitos. Na final dos 100 m borboleta, ele bateu Milorad Cavic por apenas 0s01. O problema é que vendo o replay quem parece ter chegado à frente é Cavic. Patrocinadora de Phelps, a Omega é quem registra os tempos e, de acordo com as teorias, teria adulterado o resultado. Foto: AP
  •  
    6
    Confederações comprada?
    Assim como ocorreu com a Copa de 1998, conquistada pela França, a Copa das Confederações de 2013 também gerou seu burburinho. Para parte da torcida, a Espanha ter perdido como perdeu para o Brasil na decisão "só poderia ser" um indício de que tudo foi armado e que o resultado já estava arranjado entre a Fifa e patrocinadores Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
  •  
    7
    Argentina e a Copa de 1978
    Outra Copa com teorias é a de 1978. Jogando em casa, a Argentina conseguiu uma milagrosa vitória de 6 a 0 sobre o Peru, quando precisava de uma goleada. O goleiro do time peruano, Ramón Quiroga, que nasceu na Argentina, teria recebido uma grana para dar aquela ajudinha aos anfitriões passarem de fase e seguirem rumo ao título. Foto: Getty Images
  •  
    8
    Corinthians e o fim do jejum
    O título paulista do Corinthians em 1977 marcou o fim da fila para o time, e não passou batido pelos conspiradores. Isso porque na terceira partida da final contra a Ponte Preta Rui Rei foi expulso. A vitória veio por 1 a 0 - Basílio fez o gol - e no ano seguinte o mesmo Rui Rei acabou sendo contratado para jogar pelo Corinthians Foto: Folhapress
  •  
    9
    Cigano levou surra de propósito
    Júnior Cigano venceu Cain Velásquez pela primeira vez em 64s, em 2011. Na revanche, apanhou de dar dó, por cinco rounds. O catarinense deixou o octógono desfigurado, mas os conspiradores não acharam que foi grave. Muitas pessoas dizem que o UFC arranjou o resultado, para forçar uma terceira - e muito lucrativa - luta entre eles. Neste terceiro combate, Cigano apanhou tanto quanto no segundo. Foto: Nick Laham/Zuffa LLC
  •  
    10
    Um misterioso blecaute no Super Bowl
    O Super Bowl de 2013 teve um bombástico show de Beyoncé e foi seguido de um impensável blecaute no estádio em Nova Orleans. A interrupção de 34 minutos, dizem os conspiradores, teria sido para esfriar as emoções da partida e prejudicar o Baltimore Ravens, colocando o San Francisco 49ers de volta ao jogo. No fim, os Ravens venceram por 34 a 31 Foto: Matt Slocum/AP Photo
  •  
    11
    Michael Jordan e o beisebol
    Foi muito estranho quando Michael Jordan resolveu jogar beisebol, alegando ser um velho desejo de seu pai. A temporada que ele passou no Chicago White Sox teria sido causada por uma suspensão da NBA. Na época, em 1993, ele teria contraído dívidas de apostas e, sabendo da prática, a liga teria penalizado o jogador, mas mantido tudo em silêncio para não afetar sua imagem. Isso nunca ficou comprovado Foto: Getty Images
  •  
    12
    O soco fantasma
    Muhammad Ali conquistou seu primeiro título mundial de boxe ao vencer Sonny Liston. Mas a forma sempre trouxe debate: um rápido jab de direita derrubou o rival ou foi um golpe fantasma? Uma das teorias é que Liston devia um rio de dinheiro para mafiosos, então fez apostas contra si e deu umpara ganhar uma bolada e saldar a dívida. Foto: Neil Leifer
  •  
    13
    Garrincha e a Copa de 1962
    O Brasil não teria sido só prejudicado em Copas. Na de 1962, Garrincha foi expulso na semifinal contra o Chile, por agressão, e foi a julgamento sobre o ocorrido, por clamar ter apenas revidado. Principal testemunha, o bandeirinha Estevan Marino não compareceu à sessão - teria sido pago pelos brasileiros - e com isso Garrincha foi absolvido para jogar a final, na goleada sobre a Checoslováquia Foto: Acervo UH/Folhapress
  •  
    14
    Uma mãozinha para o superLakers
    Em 2002, o time do Los Angeles Lakers tinha um time galático, com Kobe Bryant e Shaquille O'Neal. Mesmo assim, o título teria vindo com uma ajudinha. No jogo 6 contra os Kings, na final da Conferência Oeste, o time arremessou nada menos que 27 vezes à cesta e nos segundos finais Kobe Bryant deu uma cotovelada em um rival e teve marcada falta a seu favor. Foi o suficiente para surgir outra teoria. Foto:
    15
  • Sorteio da Copa
    Nem um simples sorteio da Copa escapa aos conspiradores. Quando foram montados os grupos da Copa-2014, um vídeo na internet tentou provar que tudo já estava arranjado. Segundo quem o editou, o fato de as bolinhas serem abertas por Valcke fora do campo de visão do telespectador e outros aspectos mostravam que a Fifa estava manipulando o processo (veja o vídeo no começo da matéria)
     
     
    UOL.COM


Ivaldo José Fragoso Ribeiro
Diretor Administrativo e Comercial
ivaldofragosomalandrinho@gmail.com

Antônio Guimarães
Jornalista Responsável

CNPJ: 03.135.085/0001-03
CCM - 900763591
(82) 99617.4108 / 99304.3673