Script data e hora digitais

Após declaração polêmica, Luciano Huck se revolta e faz desabafo sobre Bolsonaro

Nesta semana, Luciano Huck surpreendeu ao realizar uma live no Facebook e fazer uma declaração pra lá de polêmica, ao comentar sobre os atuais candidatos à presidência da república: Jair Bolsonaro e Fernando Haddad. Na ocasião, ele afirmou que jamais votaria no PT, dando a entender que estaria apoiando Bolsonaro.

As declarações de Huck ganharam bastante repercussão e geraram revolta imediata nas redes sociais, até pelo fato de ter um irmão homossexual. No entanto, o apresentador usou as redes sociais nesta quinta-feira (25) para negar que esteja apoiando o presidenciável do PSL, e afirmar que se mantém isento nesta atual eleição.

“De novo… trechos de uma live minha no Facebook foram editadas fora de contexto. Mais uma vez esclareço: não vou declarar voto em nenhum dos candidatos à Presidência da República neste segundo turno. Seja qual for o resultado das urnas, seremos resistência positiva; aquela que, partindo da premissa inegociável da manutenção da democracia, das liberdades individuais e da imprensa livre, à constituição e consciente da desigualdade, estará pronta a contribuir com uma agenda de propostas e possíveis soluções para o país”, disparou.

Vale lembrar que, diante da repercussão, alguns colegas globais de Huck acreditaram que o apresentador havia de fato manifestado seu apoio a Bolsonaro, e chegaram a ironizar o seu “posicionamento”.

Nesta semana, Luciano Huck surpreendeu ao realizar uma live no Facebook e fazer uma declaração pra lá de polêmica, ao comentar sobre os atuais candidatos à presidência da república: Jair Bolsonaro e Fernando Haddad. Na ocasião, ele afirmou que jamais votaria no PT, dando a entender que estaria apoiando Bolsonaro.

 

As declarações de Huck ganharam bastante repercussão e geraram revolta imediata nas redes sociais, até pelo fato de ter um irmão homossexual. No entanto, o apresentador usou as redes sociais nesta quinta-feira (25) para negar que esteja apoiando o presidenciável do PSL, e afirmar que se mantém isento nesta atual eleição.

“De novo… trechos de uma live minha no Facebook foram editadas fora de contexto. Mais uma vez esclareço: não vou declarar voto em nenhum dos candidatos à Presidência da República neste segundo turno. Seja qual for o resultado das urnas, seremos resistência positiva; aquela que, partindo da premissa inegociável da manutenção da democracia, das liberdades individuais e da imprensa livre, à constituição e consciente da desigualdade, estará pronta a contribuir com uma agenda de propostas e possíveis soluções para o país”, disparou.

Vale lembrar que, diante da repercussão, alguns colegas globais de Huck acreditaram que o apresentador havia de fato manifestado seu apoio a Bolsonaro, e chegaram a ironizar o seu “posicionamento”.

“Bom, se há uma coisa que eu posso dizer na boa, é que o meu amigo Luciano Huck não ganha uma eleição presidencial há 16 anos! Apoiou o Serra, Alckmin, Serra de novo, Aécio, Alckmin de novo e nada! O amigo virou nosso Mick Jagger”, escreveu.

 

TV FOCO


Ivaldo José Fragoso Ribeiro
Diretor Administrativo e Comercial
ivaldofragosomalandrinho@gmail.com

Antônio Guimarães
Jornalista Responsável

CNPJ: 03.135.085/0001-03
CCM - 900763591
(82) 99617.4108 / 99304.3673