Script data e hora digitais

Apresentadora não teme ser processada por pegar beagles



Tatiana Cavalcanti
do Agora

A apresentadora Luisa Mell, conhecida pela defesa dos animais, diz não ter medo de ser indiciada por furto ou receptação por ter participado da invasão de um laboratório que faz testes em animais e ajudado na retirada de 178 cães cobaias da raça beagle, na última sexta-feira, em São Roque (66 km de SP).

"Eu é que vou processar o Instituto Royal por usar o nosso dinheiro para torturar animais", disse, referindo-se ao fato de o instituto, que usa os cães em pesquisas legais de medicamentos, receber financiamento do governo federal para pesquisas.

"Eles são protegidos pela lei e não divulgam os nomes das empresas que utilizam esses experimentos horrendos. Já existem alternativas que evitariam o sofrimento de animais, só que o custo é mais alto. Ninguém pensa no lado do bicho, que sofre atrocidades", explica.

Resposta

Na última sexta-feira, a diretora do Instituto Royal, a bióloga Silvia Ortiz, disse que o local não é "uma fábrica de monstros", mas sim um ponto onde se estudam formas de salvar e melhorar vidas.

Ela nega irregularidades.


Ivaldo José Fragoso Ribeiro
Diretor Administrativo e Comercial
ivaldofragosomalandrinho@gmail.com

Antônio Guimarães
Jornalista Responsável

CNPJ: 03.135.085/0001-03
CCM - 900763591
(82) 99617.4108 / 99304.3673