Script data e hora digitais

Justiça eleitoral concede direito de resposta a Bolsonaro

O programa eleitoral de rádio desta terça-feira (18) começou concedendo direito de resposta ao candidato Jair Bolsonaro (PSL), diante da propaganda do presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) que questionou o que o deputado teria contra pobres por ter declarado em entrevista que votou contra a PEC das Domésticas em dois turnos.

Na resposta, a campanha de Bolsonaro afirma que ele votou contra a PEC por entender que a mudança geraria desemprego, o que, segundo ele, de fato aconteceu. O tempo de resposta é usado ainda para criticar a velha política e dizer que é hora de virar o jogo, elegendo "um presidente patriota e que tem Deus no coração".

Já a campanha de Geraldo Alckmin começa desejando melhoras a Bolsonaro, mas afirmando que quem vota no candidato vai eleger o PT.

O programa tucano fala que existem duas turmas: a vermelha, que quer o fim da Lava Jato e que cortou recursos do Bolsa Família; e a do preconceito, do ódio a tudo e a todos, de um deputado despreparado e sem propostas. "As duas turmas vão levar o Brasil para o poço", afirma a campanha. Alckmin aparece então prometendo "tirar o Brasil do atoleiro".

Já o PT usou seu tempo para apresentar o indicado de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência. Fernando Haddad (PT) fala de sua formação acadêmica, de sua família e dos feitos como prefeito de São Paulo e ministro da Educação do governo Lula.

Manuela D'Avila (PCdoB), vice na chapa, também aparece no programa e promete trazer o Brasil do ex-presidente de volta. O programa ainda exibe uma mensagem de apoio da cantora Beth Carvalho.

 

Com informações da Folhapress.


Ivaldo José Fragoso Ribeiro
Diretor Administrativo e Comercial
ivaldofragosomalandrinho@gmail.com

Antônio Guimarães
Jornalista Responsável

CNPJ: 03.135.085/0001-03
CCM - 900763591
(82) 99617.4108 / 99304.3673