Script data e hora digitais

Oncologista orienta como prevenir o câncer de próstata

Nos últimos 10 anos, a Santa Casa de Maceió tratou 1.056 casos de câncer de próstata em seu Centro de Alta Complexidade no Atendimento ao Câncer (CACON). “Usuários do SUS, convênios e particulares têm acesso aos mais eficientes procedimentos de combate ao câncer existentes na atualidade: desde o diagnóstico, com o estadiamento clínico-patológico pormenorizado (avaliação da extensão da doença no corpo) até os tratamentos mais aprimorados por meio de cirurgia, radioterapia e hormonioterapia”, detalhou o oncologista Marcos Davi Melo, coordenador do Serviço de Radioterapia da Santa Casa de Maceió.

O câncer de próstata é o mais frequente no homem: em 2010, foram cerca de 950 mil casos novos no mundo e cerca de 270 mil mortes. No Brasil espera-se 50 mil casos novos somente em 2013.

O câncer de próstata é mais frequente em países desenvolvidos que em emergentes, como o Brasil. A elevação da incidência deve-se principalmente ao aumento da expectativa de vida e ao estilo de vida da população, principalmente no tocante ao sedentarismo e à dieta altamente calórica dos produtos industrializados.

Fatores de Risco

Os principais fatores de risco para o surgimento do câncer de próstata são a idade (raramente ocorre abaixo dos 40 anos); a hereditariedade (transmitida entre familiares); e o estilo de vida (alimentação, falta de exercícios físicos etc).

A força da hereditariedade tem sido muito estudada atualmente e descobertas recentes mostram que homens que tiveram 1 ou mais parentes com esse câncer, tem um risco duas vezes maior. A dieta também tem sua contribuição: a ingesta de gordura saturada, principalmente de carne vermelha e produtos lácteos, associada ao baixo consumo de vegetais e a obsidade são fatores importantes para o surgimento do câncer de próstata.

Fatores de Proteção

Os fitoestrógenos, alimentos derivados da soja, são recomendados como fatores de proteção. O licopeno, substância antioxidante derivada do tomate, goiaba e melancia é recomendado. A vitamina D, o zinco e o selênio são polêmicos e ainda sem evidências consistentes.

Metástase

A disseminação desse tumor se faz pelos gânglios linfáticos da pelve, pela circulação sanguínea, geralmente, dando metástases para os ossos, preferencialmente para a coluna, a pelve, os ossos longos e as costelas e mais raramente para o pulmão e fígado.

 

ALAGOAS 24 HORAS


Ivaldo José Fragoso Ribeiro
Diretor Administrativo e Comercial
ivaldofragosomalandrinho@gmail.com

Antônio Guimarães
Jornalista Responsável

CNPJ: 03.135.085/0001-03
CCM - 900763591
(82) 99617.4108 / 99304.3673